sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Série: Garrow's Law



SINOPSE
    Garrow's Law é a história real do inglês William Garrow, talentoso advogado de defesa que atuou em Londres no século XIX. Garrow lutou contra as injustiças cometidas pelo sistema judiciário da época e introduziu o conceito de "inocente até que se prove culpado". 
   

INFORMAÇÕES TÉCNICAS


Informações Técnicas
Total de Temporadas: 3
Título no Brasil: Garrow's Law
Título Original:  Garrow's Law
País de Origem:  Inglaterra
Gênero:  Drama / Romance
Tempo de Duração: 60 minutos cada (4 episódios por temporada)
Ano de Lançamento:  2009
Estúdio/Distrib.: BBC


ELENCO


Principal
Andrew Buchan...William Garrow (12 episodes, 2009-2011)
Lyndsey Marshal...Lady Sarah Hill (12 episodes, 2009-2011)
Rupert Graves...Sir Arthur / ... (12 episodes, 2009-2011)
Aidan McArdle...Silvester (12 episodes, 2009-2011)
Michael Culkin...Judge Buller / ... (12 episodes, 2009-2011)
Alun Armstrong...John Southouse / ... (11 episodes, 2009-2011)
Anthony Bowers...Court Clerk (8 episodes, 2009-2011)
Stephen Boxer...Lord Melville (7 episodes, 2009-2011)


RESENHA

    “Brilhante” é palavra perfeita para definir William Garrow, um dos maiores juristas que o mundo já conheceu e para elogiar o ator Andrew Buchan, que representou Garrow com maestria. Recomendo esta série para todos, especialmente para aqueles ligados à área jurídica. Uma série baseada em fatos reais tem muito a nos mostrar sobre o que fomos, o que somos e o que podemos ser. Garrow’s Law faz isso conosco ao narrar como funcionava o precário e corrupto sistema judiciário do século XIX (alguma semelhança com o presente??).  A cada episódio, vemos Will empenhado em realizar a defesa de algum cliente bastante enrascado, numa época em que as provas eram essencialmente testemunhais (e todo advogado sabe que bela M... é a prova testemunhal) e cujas penas variavam entre vários absurdos, dentre os quais: ser marcado com ferro em brasa, ser deportado e ir para a forca (detalhe: os nobres podiam escolher a guilhotina).  As sentenças eram proferidas por um júri patético, que determinava em poucos minutos a morte ou a vida de alguém. Em meio a muitas injustiças, eis que surge o recém formado William Garrow, um homem com sede de justiça, empenhado em mudar todo um sistema dominado pela nobreza. Ao passo em que ganha admiradores, para os quais é um verdadeiro herói, ganha também inimigos mortais. Garrow é movido por seus sentimentos, o que, a princípio, faz com que se torne piada no judiciário. Mas a cada nova defesa, ele vai mostrando a que veio. Texto maravilhoso, enredo interessante, fotografia belíssima, atores talentosíssimos. Nota 10,00.

TRAILER






Livro: Persuasão



SINOPSE


    Anne Elliot se apaixona pelo jovem oficial da marinha Frederick Wentworth. A família da moça é contra a união de ambos pela condição financeira/social do rapaz ser bastante inferior à da família Elliot. Então, Anne é persuadida pela amiga e vizinha Lady Russell e pelos familiares a romper o relacionamento. Alguns anos depois, ambos se reencontram, mas as coisas não são mais como antes.


INFORMAÇÕES TÉCNICAS

Autora: Jane Austen
Editora: Martin Claret
Páginas: 161


RESENHA


    Não é à toa que Jane Austen é considerada a grande dama da literatura inglesa. Seu talento está impresso em cada linha, quando descreve com presteza as personalidades dos personagens. Fico impressionada com a capacidade que Jane tinha de escrever como se estivesse nos contando tudo aquilo pessoalmente. Quando percebemos, lemos páginas inteiras de prosa sem perceber, fato que seria cansativo demais em qualquer obra comum, mas não é nas de Jane. Quando termino um livro dela, tenho a impressão de que estive com uma amiga que me contou toda aquela trama, como se eu fosse íntima da autora e de cada personagem. É algo que só quem lê pode entender. 
Embora seja escrita em terceira pessoa, parece que estamos lendo o diário da protagonista, Anne. Por falar nela, Anne não é a personagem mais forte de Jane (para mim é Elizabeth Bennet de Orgulho e Preconceito), mas ela também é admirável, principalmente, por não ter medo de reconhecer suas falhas. Anne é uma mulher sincera. Embora tenha sido persuadida por outras pessoas (ainda que com “boas intenções”) a cometer um erro, teve caráter suficiente para reconhecer e se arrepender. Gosto de personagens que aprendem a lição.       Outro fato que muito me agrada na obra é o momento em que notamos que Anne amadureceu e conseguiu vencer sua falta de coragem, tornando-se mais independente e forte. 
    Quem lê a obra de forma desatenta, pode imaginar que se trata apenas de um romance água com açúcar, mas se prestar atenção em cada detalhe, vai perceber que naquelas linhas estão sendo revelados podres e preconceitos da sociedade da época, muitos deles ainda presentes nos dias atuais, bem como, diversos conflitos humanos com os quais nos deparamos todos os dias. 
    Eu fiz o caminho inverso e assisti à série antes de ler a obra. Foi uma experiência muito boa, pois o livro elucidou pontos que a série deixou duvidosos para mim. 

    A versão que li foi da editora Martin Claret, um livro 3 em 1, com três obras de Jane Austen. A edição disponibilizou em primeira mão, além do final publicado originalmente, o final alternativo descartado pela autora. Gostei muito da tradução, embora a letra seja bem pequena. Nota 9,5.


Série: The Paradise





SINOPSE
Série baseada na obra O Paraíso das Damas (Au Bonheur des Dames) do fracês Émile Zola. Denise, uma jovem inexperiente do interior, vai morar com o tio e consegue emprego na primeira loja de departamentos da Inglaterra, The Paradise, cujo dono, o visionário e talentoso Mr. Moray, tem o dom de atrair clientes e de conquistar mulheres.  
    

INFORMAÇÕES TÉCNICAS

Informações Técnicas
Título no Brasil:  The Paradise
Título Original:  The Paradise
País de Origem:  Inglaterra
Gênero:  Romance / Drama
Tempo de Duração: 60 minutos cada (8 episódios)
Ano de Lançamento:  2012
Estúdio/Distrib.: BBC


ELENCO

Joanna Vanderham...Denise / ... (16 episodes, 2012-2013)
Emun Elliott...Moray / ... (16 episodes, 2012-2013)
Stephen Wight...Sam (16 episodes, 2012-2013)
Sonya Cassidy...Clara (16 episodes, 2012-2013)
Matthew McNulty...Dudley (16 episodes, 2012-2013)
Elaine Cassidy...Katherine Glendenning / ... (16 episodes, 2012-2013)
Finn Burridge...Arthur (16 episodes, 2012-2013)
David Hayman...Jonas / ... (15 episodes, 2012-2013)
Peter Wight...Edmund Lovett (10 episodes, 2012-2013)
Sarah Lancashire...Miss Audrey (10 episodes, 2012-2013)
Ruby Bentall...Pauline (8 episodes, 2012)
Patrick Malahide...Lord Glendenning (8 episodes, 2012)
Ben Daniels...Tom Weston (8 episodes, 2013)
Lisa Millett...Myrtle (8 episodes, 2013)
Katie Moore...Susy (8 episodes, 2013)
Edie Whitehead...Flora (8 episodes, 2013)


RESENHA

    The Paradise é uma das séries mais gostosas de assistir já produzidas pela BBC. É puro romance e sedução no ar. Assim como os consumidores são facilmente seduzidos pelas mercadorias e vendedores da The Paradise, nós, telespectadores, nos sentimos da mesma forma atraídos pela deliciosa trama.        Uma série que alterna entre romance e drama, cheia de reviravoltas e atuações maravilhosas. Fala de amor correspondido, não correspondido, que perdura com os anos, etc., além de: diferenças de classes, amizade, crime, convenções sociais, disputas comerciais, lealdade, orfandade, ambição, segredos, e muito mais. A cada episódio, temos um conflito a ser resolvido na loja de departamentos e a trama principal (romance) vai sendo construída junto. O mocinho, Mr. Moray, é muito carismático, envolvente e empolgante. A protagonista Denise, um pouco sem sal no começo, vai amadurecendo e se mostrando muito inteligente e cheia de vida no decorrer dos fatos. Os vilões da história, figuras não menos carismáticas que os protagonistas, nos surpreendem a cada episódio com suas artimanhas. Destaque para a personagem Miss Audrey, a hilária gerente da loja. Figurino impecável, cenários apaixonantes e fotografia belíssima. Entretenimento de primeira, qualidade BBC. Nota 10,00. 


TRAILER



Minissérie: The Mill





SINOPSE

    A minissérie, baseada em fatos reais, se passa em plena revolução industrial, num cenário de luta pelos direitos trabalhistas. The Mill narra a triste trajetória de crianças órfãs vendidas para uma fábrica de tecido. Os donos da fábrica, seus tutores legais, teoricamente oferecem abrigo, comida e estudo em troca dos serviços das crianças, mas nem tudo é como parece, pois elas sofrem abusos de todos os tipos e vivem em condições precárias, além das péssimas condições de trabalho. As coisas começam a mudar quando um desenvolvedor de máquinas industriais é contratado pela fábrica para criar um novo modelo.


INFORMAÇÕES TÉCNICAS

Informações Técnicas
Título no Brasil:  The Mill
Título Original:  Teh Mill
País de Origem:  Inglaterra
Gênero:  Drama
Tempo de Duração: 240 minutos
Ano de Lançamento:  2013
Estúdio/Distrib.: BBC



ELENCO



Connor Dempsey...Tommy Priestley (4 episodes, 2013)
Jamie Draven...Robert Greg (4 episodes, 2013)
Ciaran Griffiths...Matthew Boon (4 episodes, 2013)
Kerrie Hayes...Esther Price (4 episodes, 2013)
Holly Lucas...Susannah Catterall (4 episodes, 2013)
Barbara Marten...Hannah Greg (4 episodes, 2013)
Aidan McArdle...John Doherty (4 episodes, 2013)
Kevin McNally...Mr. Timperley (4 episodes, 2013)
Matthew McNulty...Daniel Bate (4 episodes, 2013)
Sacha Parkinson...Miriam (4 episodes, 2013)
Claire Rushbrook...Mrs. Timperley (4 episodes, 2013)
Donald Sumpter...Samuel Greg (4 episodes, 2013)
Conner Chapman...George Catterall (3 episodes, 2013)
Jack Meakin...Mill Apprentice (3 episodes, 2013)
Thomas Priestly...Noah (3 episodes, 2013)
Hugh Simon...Dr. Holland (3 episodes, 2013)
Katherine Rose Morley...Lucy Garner (3 episodes, 2013)
Craig Parkinson...Charlie Crout (2 episodes, 2013)
William Travis...The Beak (2 episodes, 2013)
Kaitlyn Hogg...Catherine / ... (2 episodes, 2013)
Nicholas Moss...Lister (2 episodes, 2013)
Darren Wilder...Mill Worker (2 episodes, 2013)


RESENHA




    The Mill é uma das séries mais tristes que já assisti. Retrata sem pudores todas as injustiças e abusos sofridos por crianças órfãs que trabalhavam em fábricas na Inglaterra do século XIX. O enredo mescla as histórias individuais de algumas das crianças e os fatos que afetam a todas, paralelamente à do personagem Daniel Bate, um desenvolvedor de máquinas industriais que representa a luta contra o sistema. A cada episódio, ficamos mais horrorizados com as maldades praticadas e, o fato de ser baseada em acontecimentos reais, nos deixa ainda mais chocados. É o tipo de série em que você fica com sede de justiça. A atriz que interpreta a órfã protagonista dá um show. O mais interessante é que no final, a série nos faz pensar no que realmente mudou daqueles tempos para hoje. Ficamos tristes quando percebemos que pouco mudou e que, tanto tempo depois, ainda existem pessoas trabalhando naquelas condições. Fotografia ótima, atuações brilhantes. Nota 10,00.


TRAILER


quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Minissérie: Jane Eyre (2006)




SINOPSE


    Série baseada na obra Jane Eyre de Charlotte Brönte. Órfã de pai e mãe, Jane passa a ser criada pelos tios. Como a tia não a suporta, acaba mandando a moça para um internato de meninas, onde ela sofre castigos e privações. Aos dezoito anos, quando se forma professora, Jane encontra um emprego e vai trabalhar na sombria Thomfield Hall, como preceptora de Adèle, a pupila de Edward Rochester, um homem atraente e enigmático.
    

INFORMAÇÕES TÉCNICAS

Informações Técnicas
Título no Brasil:  Jane Eyre
Título Original:  Jane Eyre
País de Origem:  Inglaterra 
Gênero:  Drama / Romance  
Tempo de Duração: 202 min (4 partes)
Ano de Lançamento:  2006
Estúdio/Distrib.: BBC


ELENCO

Ruth Wilson ... Jane Eyre (4 episodes, 2006)
Toby Stephens... Edward Rochester (4 episodes, 2006)
Lorraine Ashbourne... Mrs. Fairfax (4 episodes, 2006)
Aidan McArdle... John Eshton (4 episodes, 2006)
Pam Ferris...Grace Poole (4 episodes, 2006)
Tara Fitzgerald...Mrs. Reed (4 episodes, 2006)
Arthur Cox...Colonel Dent (4 episodes, 2006)
Tim Goodman...Sir George Lynn (4 episodes, 2006)
Ned Irish...George (4 episodes, 2006)
Daniel Pirrie...Mason / ... (4 episodes, 2006)
Francesca Annis...Lady Ingram (4 episodes, 2006)
Christina Cole...Blanche Ingram (4 episodes, 2006)
Jeanne Golding...Lady Lynn (4 episodes, 2006)
Sam Hoare...Lynn Brother (4 episodes, 2006)
Cosima Littlewood...Adele (4 episodes, 2006)
Elsa Mollien...Sophie (4 episodes, 2006)
Rebekah Staton...Bessie (4 episodes, 2006)
Amy Steel...Dent Twin (4 episodes, 2006)
Beth Steel...Dent Twin (4 episodes, 2006)
Charlotte West-Oram...Mrs. Dent (4 episodes, 2006)
Cara Horgan...Eliza Reed (3 episodes, 2006)
Andrew Buchan...St. John Rivers (2 episodes, 2006)
Anne Reid...Gypsy Woman (2 episodes, 2006)
Stephen Tomlin...Doctor Carter (2 episodes, 2006)
Dan Armour...Shepherd (2 episodes, 2006)
Alisa Arnah...Georgiana Reed (2 episodes, 2006)
Christopher Bowen...Briggs (2 episodes, 2006)
Letty Butler...Leah (2 episodes, 2006)
Claudia Coulter...Bertha (2 episodes, 2006)
Maisie Dimbleby...Mary Ingram (2 episodes, 2006)
Bethany Gill...Eliza Reed (2 episodes, 2006)
Hugo Heathcote...Celine's Lover / ... (2 episodes, 2006)
Georgie Henley...Young Jane Eyre (2 episodes, 2006)
Peter Ivatts...Clergyman (2 episodes, 2006)
Georgia King...Rosamond Oliver (2 episodes, 2006)
Emma Lowndes...Mary Rivers (2 episodes, 2006)
Hester Odgers...Helen Burns (2 episodes, 2006)
Jacqueline Pilton...Hannah (2 episodes, 2006)
Eglantine Rembauville-Nicolle...Celine Varens (2 episodes, 2006)
Stacey Sampson...Servant (2 episodes, 2006)
Annabel Scholey...Diana Rivers / ... (2 episodes, 2006)
Christopher Wilkinson...Church Clerk (2 episodes, 2006)

RESENHA


    É difícil dizer qual obra das irmãs Brönte é a melhor, mas tenho uma grande preferência por Jane Eyre. A série da BBC não é a primeira a retratar o livro, mas é, sem dúvidas, a melhor adaptação que já fizeram, pois conseguiram extrair com primor a essência da obra e o clima sombrio e misterioso que envolve a trama. Além disso, eu não poderia imaginar um ator mais perfeito para o Mr. Rochester que o talentoso Toby Stephens (filho da consagrada atriz Maggie Smith, que interpretou Minerva McGonagall em Harry Potter). Toby encarnou Edward, transparecendo com brilhantismo as dores da alma do personagem, bem como, sua personalidade incógnita e charmosa. A atriz que interpreta Jane também não deixa a desejar em nenhum ponto, dosando bem docilidade e força. Trata-se de uma minissérie de 4 episódios que prende desde o começo e emociona em muitos momentos. Retrata todas as mazelas de uma órfã no século XIX, diferenças de classes e discriminações sofridas por uma preceptora. Embora o tema principal seja uma história de amor, o drama e o mistério se sobrepõem ao romance. A fotografia é muito boa. Elenco excelente. Imperdível para quem aprecia um bom romance de época. Nota 10,00.


TRAILER




sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Livro: A Grande Sofia



SINOPSE

    Livro escrito por Geogette Heyer, considerada a primeira dama do romance histórico inglês (depois da Jane Austen, é óbvio!). Século XIX. Atingindo idade suficiente para se casar, Sofia vai passar uma temporada na casa de sua tia paterna para ser apresentada à sociedade londrina e, quem sabe, encontrar um marido. Porém, a moça encontra mais do que bailes e pretendentes, já que seus familiares enfrentam sérios problemas. 


INFORMAÇÕES TÉCNICAS

Autora: Gerogette Heyer
Editora: Record
Páginas: 265
Ano: 1950

RESENHA

    Uma breve apresentação da autora Georgette Heyer para quem não a conhece: ela foi uma escritora britânica de romances históricos e policiais. Nasceu em 1902 e começou a escrever em 1921. Heyer essencialmente criou o gênero "romance histórico" e o subgênero "Regency Romance", esse último, inspirado por Jane Austen, mas ao contrário de Austen, que escreveu sobre e para os tempos em que ela vivia, Heyer foi obrigada a incluir informação abundante sobre o período para que seus leitores adentrassem nele. Para garantir a precisão, recolheu obras de referência e manteve anotações detalhadas sobre todos os aspectos da vida na época regencial. Para quem já leu todas as obras da Jane Austen e sente falta de mais livros dela, os livros da Georgette Heyer são ótimos consolos, embora não estejam no mesmo nível dos da primeira.

    Sofia é uma garota bastante decidida e petulante para a época (século XIX). Cheia de si e corajosa, não se deixa dobrar por ninguém. Ela acaba conquistando admiração de alguns e "aparente" rejeição de outros. A chegada da moça é um frisson, mas logo ela passa a conhecer os problemas que os familiares enfrentam. Como é muito proativa, toma partido e decide ajudar. Fato interessante é que o Brasil é mencionado na obra. O livro é de leitura ágil e gostosa. A autora tem um estilo agradável e mostra um grande conhecimento sobre o período em que se passa a trama. Eu ia dar nota 9,5, mas o final foi muito rápido e pouco desenvolvido, deixando uma sensação de vazio. Então, vou dar nota 8,5. 


Minissérie: Emma



SINOPSE


    Minissérie baseada na obra Emma, da memorável Jane Austen. Emma adora encontrar pretendentes para os amigos e formar casais. Quando sua irmã e sua governanta se casam, deixando-a sozinha com o pai, ela conhece uma nova amiga, Harriet. Como Harriet é uma moça solteira, Emma se empenha logo em achar um marido para ela e acaba causando alguns problemas. O maior problema de Emma, no entanto, é algo que ela não consegue enxergar: ela não consegue encontrar seu próprio marido.
    

INFORMAÇÕES TÉCNICAS

Informações Técnicas
Título no Brasil:  Emma
Título Original:  Emma
País de Origem:  Inglaterra 
Gênero:  Romance / Comédia / Drama
Tempo de Duração: 240 minutos
Ano de Lançamento:  2009
Estúdio/Distrib.: BBC



ELENCO

Romola Garai...Emma (4 episodes, 2009)
Michael Gambon...Mr. Woodhouse (4 episodes, 2009)
Jonny Lee Miller...Mr. Knightley (4 episodes, 2009)
Jodhi May...Anne Taylor / ... (4 episodes, 2009)
Robert Bathurst...Mr. Weston (4 episodes, 2009)
Louise Dylan...Harriet Smith (4 episodes, 2009)
Blake Ritson...Mr. Elton (4 episodes, 2009)
Tamsin Greig...Miss Bates (4 episodes, 2009)
Valerie Lilley...Mrs. Bates (4 episodes, 2009)
Dan Fredenburgh...John Knightley (4 episodes, 2009)
Poppy Miller...Isabella Knightley (4 episodes, 2009)
Laura Pyper...Jane Fairfax (3 episodes, 2009)
Rupert Evans...Frank Churchill (3 episodes, 2009)
Jamie Glover...Henry Knightley (3 episodes, 2009)
Joshua Jones...James Knightley (3 episodes, 2009)
Jefferson Hall...Robert Martin (3 episodes, 2009)
Veronica Roberts...Mrs. Goddard (3 episodes, 2009)
Christina Cole...Mrs. Elton (2 episodes, 2009)
Liza Sadovy...Mrs. Cole (2 episodes, 2009)
Eileen O'Higgins...Miss Martin 1 (2 episodes, 2009)
Sarah Ovens...Miss Martin #2 / ... (2 episodes, 2009)
Annabel Mullion...Mrs. Woodhouse (1 episode, 2009)
Lyla Barrett-Rye...Young Emma (1 episode, 2009)
Teddy Bunn...Young Frank Churchill (1 episode, 2009)
Susie Trayling...Mrs. Churchill (1 episode, 2009)
Sarah Gower...Young Jane Fairfax (1 episode, 2009)
Claire Gower...Young Jane Fairfax (1 episode, 2009)
Sophie Alibert...Emma (7 years old) (1 episode, 2009)
Frank Doody...Mr. Dixon (1 episode, 2009)
Amy Loughton...Miss Campbell (1 episode, 2009)
Nathaniel Gleed...Gypsy Boy (1 episode, 2009)
 

RESENHA


    Emma é uma garota do século XIX, mimada e cheia de iniciativa, mas bem-intencionada. Casamenteira incorrigível, adora formar casais, mesmo que para isso tenha que se intrometer onde não foi chamada. Com a mãe falecida quando ela ainda era um bebê, fora criada junto à irmã pelo pai e pela governanta. Após a irmã e a governanta se casarem, ela acaba ficando sozinha com o pai. Apesar disso, tem uma vida social agitada em função das amizades com os vizinhos, com sua nova amiga Harriet e com o irmão do seu cunhado, Mr. Knightley. O pai de Emma é interpretado pelo talentoso ator Michael Gambon (Dumbledore em Harry Potter e As Relíquias da Morte 1), cujo cômico personagem sofre de hipocondria e tem pavor de pensar que Emma pode se casar um dia e deixá-lo sozinho. Mr. Knightley (Jonny Lee Miller), partidão solteiro e fofíssimo, é um amigo leal que assume o papel do bom senso, sempre aconselhando Emma quando ela passa dos limites. O enredo é leve e alterna entre o romance, a comédia e o drama. Embora Emma seja tola em alguns momentos, é impossível não gostar dela, pois seus intentos almejam sempre a felicidade alheia. Mentiras e desencontros também estão na trama. Destaque para a atuação da talentosa Romola Garai (Emma), que parece ter nascido para atuar em papéis de época. A fotografia é excelente. Emma(2009) é uma delícia de minissérie; não consegui parar de assistir enquanto não cheguei ao final. Tinha que ser da competente BBC. Nota 10,0.    

TRAILER





Minissérie: Esposas e Filhas




SINOPSE


    Minissérie baseada na obra "Wives & Daughters" ("Esposas & Filhas") da escritora inglesa Elizabeth Gaskell. A obra original foi publicada entre 1864 e 1866 e finalizada pelo escritor Frederick Greenwood após a morte da autora. Adaptada para a TV em 1971 pela BBC e em 1999 (série analisada aqui).

Molly Gibson é filha única do médico Mr.Gibson, que a criou sem a mãe (falecida quando ela era pequena). Tudo segue na mais perfeita paz, até que seu pai resolve se casar novamente. Ocorre que a madrasta de Molly é uma mulher autoritária que passa a tentar enquadrar a moça em suas regras. Para piorar, a filha de sua madrasta chega para conviver com elas, causando conflitos por sua personalidade impulsiva e por despertar amor no rapaz por quem Molly é apaixonada.

INFORMAÇÕES TÉCNICAS

Informações Técnicas

Título no Brasil:  Filhas e Esposas
Título Original:  Wives and Daughters
País de Origem:  Inglaterra / EUA
Gênero:  Romance / Drama
Tempo de Duração: 301 minutos
Ano de Lançamento:  1999
Estúdio/Distrib.: BBC



ELENCO

Justine Waddell... Molly Gibson (4 episodes, 1999)
Bill Paterson... Mr. Gibson (4 episodes, 1999)
Francesca Annis...Hyacinth Gibson (4 episodes, 1999)
Keeley Hawes...Cynthia Kirkpatrick (4 episodes, 1999)
Tom Hollander...Osborne Hamley (4 episodes, 1999)
Anthony Howell...Roger Hamley (4 episodes, 1999)
Michael Gambon...Squire Hamley (4 episodes, 1999)
Barbara Flynn...Miss Browning (4 episodes, 1999)
Deborah Findlay...Miss Phoebe (4 episodes, 1999)
Iain Glen...Mr. Preston (4 episodes, 1999)
Peter Copley...Robinson (4 episodes, 1999) 
Barbara Leigh-Hunt...Lady Cumnor (4 episodes, 1999)
Ian Carmichael...Lord Cumnor (4 episodes, 1999)
Rosamund Pike...Lady Harriet Cumnor / ... (4 episodes, 1999)
Emily McKenzie...Maria (4 episodes, 1999)
Elizabeth Spriggs...Mrs. Goodenough (3 episodes, 1999)
Tonia Chauvet...Aimée (3 episodes, 1999)
Shaughan Seymour...Lord Hollingford (3 episodes, 1999)
Georgie Glen...Miss Hornblower (3 episodes, 1999)
Roddy Maude-Roxby...St. Hilaire (3 episodes, 1999)
Fred Pearson...Mr Sheepshanks / ... (3 episodes, 1999)
Jacqueline Pilton...Mrs. Dawes (3 episodes, 1999)
Jemima Rooper...Lizzie Goodenough (3 episodes, 1999)
Richard Coyle...Mr. Coxe (2 episodes, 1999) 
Penelope Wilton...Mrs. Hamley (2 episodes, 1999)
Matthew Lloyd Davies...Mr. Roscoe (2 episodes, 1999)
Keylee Jade Flanders...Fanny Goodenough (2 episodes, 1999)
Gordon Gostelow...Williams (2 episodes, 1999)
Dilys Hamlett...The Duchess (2 episodes, 1999)
Ben Illis...Mr Wynne (2 episodes, 1999)
Dariel Pertwee... Lady Cuxhaven (2 episodes, 1999)
Charles Simon...Old Silas (2 episodes, 1999)
Tim Wallers...Mr. Henderson (2 episodes, 1999)
Steven Webb...William Goodenough (2 episodes, 1999)
Anna Maguire...Young Molly (1 episode, 1999)
Doreen Andrew...Betty (1 episode, 1999)
Michael Bryant...Dr. Nicholls (1 episode, 1999)
Ahmed Abounouom...African guide (1 episode, 1999)
Lucy Briers...Lady Alice (1 episode, 1999)
Judith Coke...Sarah (1 episode, 1999)
Richard Dempsey...Mr. Bold (1 episode, 1999)
Andrew Havill...Sir Charles Morton (1 episode, 1999)
Sheridan Smith...Housemaid (1 episode, 1999)
Finty Williams...Miss Danby (1 episode, 1999)


RESENHA



    O enredo se passa no século XIX. A protagonista é bastante sincera e de personalidade forte, mas sua índole pacífica e bondosa acabam tornando-a alvo fácil da madrasta, levando-a a ceder muitas vezes. A pobre Molly tem que aturar dois inconvenientes: a madrasta mandona e folgada e a chegada da meia-irmã Cinthya, que por sua beleza e jeito extrovertido até demais para a época, acaba conquistando o coração de Roger, rapaz por quem Molly é apaixonada (sem ser correspondida). A minissérie retrata muitas questões polêmicas da época como: a preocupação com as aparências e as convenções sociais, a falta de poder de decisão das mulheres na escolha de seus relacionamentos, casamentos por conveniência, entre outros. 
A fotografia  não é das melhores e os atores têm pouco carisma. O enredo também não cativa muito, já que a protagonista fica o tempo todo sofrendo em silêncio. Predomina o drama e não o romance. Não chega nem aos pés da obra Norte e Sul da mesma escritora, mas é um bom passatempo. Trilha sonora mediana. Sendo bem generosa, dou nota 7,0.

Web Analytics